O IMATERIAL É UM REINO DE GRANDE PODER E MISTÉRIO DE OUTRO MUNDO, uma fonte de magia e, para alguns, a fonte da criação. Dizem que você entra neste reino de espíritos quando você dorme, assim como quando você morre, e que uma corrupção em seu coração põe a Podridão em movimento.

(Dragon Age: World of Thedas Volume 1, tradução nossa)

 

O Imaterial é o lar de muitos espíritos – alguns malevolentes, alguns benevolentes. Essas criaturas determinadas são incessantemente curiosas sobre as complexidades da mente e da vida daquele que dorme além do Imaterial. Os espíritos dão forma ao seu mundo para atender aos pensamentos inconscientes dos vivos, criando o que os vivos chamam de sonhos.

É possível entrar no Imaterial através da mente e permanecer lúcido. Isso geralmente é feito com magia reforçada pela ingestão de lyrium. Apenas aqueles que usam lyrium para entrar no Imaterial permanecem capazes de separar seus sonhos da realidade.

Entrar no Imaterial pela mente de alguém enquanto lúcido é um risco considerável. Quando as almas dos sonhadores são prejudicadas ou mortas no Imaterial, elas retornam imediatamente aos seus corpos adormecidos, acordando antes do momento da morte. Mas a magia que mantém as mentes lúcidas no Imaterial também as impede de retornar aos seus corpos naquele momento da morte, o que significa que os sonhadores morrem em ambos os reinos.

Quando você entra no Imaterial, você faz isso apenas em mente. É quase impossível para qualquer pessoa pisar lá fisicamente. Apenas um célebre grupo de antigos magistrados de Tevinter foi capaz de realizar essa façanha, e apenas invocando magia de sangue de poder inimaginável. O ato foi dito para estimular a Podridão, e não foi realizado desde então.

 

As almas dos sonhadores vagueiam pelo Imaterial

 

Referência

Dragon Age: World of Thedas Volume 1 , p. 131