(GameReactorPT, adaptação nossa)

Todos os eventos dos três Dragon Age decorrem no continente de Thedas. Thedas divide-se em várias nações, embora quatro sejam particularmente importantes: Ferelden, Orlais, Planícies Livres e Império Tevinterano.

Dragon Age Origins decorre principalmente em Ferelden, durante a invasão da Podridão e das Criassombrias. Ferelden distingue-se como um cenário típico de fantasia, com castelos, ruínas e vastas florestas.

Orlais é a nação mais poderosa de Thedas, onde os ricos são arrogantes e extravagantes e os pobres (principalmente elfos) trabalham como escravos para os mais afortunados. Estes aristocratas distinguem-se por falarem com um sotaque francês e por utilizarem máscaras em público. A capital de Orlais é Val Royeaux, onde fica a grande catedral do Chantria (ou seja, Val Royeaux é uma espécie de Vaticano).

As Planícies Livres são um grupo de cidades independentes onde se passaram os eventos de Dragon Age II. As Planícies Livres não tem grande importância em Dragon Age Inquisition, mas curiosamente é o local de onde origina o Inquisidor, independentemente da raça escolhida.

Por último, o Império Tevinterano, que é uma nação predominantemente governada por Magos. Independente dos restantes países, o Império Tevinterano não reconhece a Ordem dos Templários ou o Círculo dos Magos, nem tão pouco parece preocupado com a guerra atual entre os dois grupos. O Império Tevinterano também é conhecido pela fama de escravidão.

***

Existem várias facções políticas e militares em Dragon Age Inquisition e quase todas enfrentam algum tipo de ameaça interna ou externa. Uma das mais importantes para a história de Dragon Age Inquisition é a Chantria, uma organização religiosa que funciona um pouco como a igreja no nosso mundo.

O mundo de Dragon Age abrange várias religiões, mas a que tem maior popularidade é a Chantria, formada em torno dos ensinamentos de Andraste, que é uma espécie de Jesus Cristo de Dragon Age. Andraste viveu há muitos anos atrás, mas foi proclamada como a profeta do Criador (Deus), sendo adorada pelos membros do Chantria. O Inquisidor é designado como o Arauto de Andraste, mesmo que não acredite na Chantria.

“Por quase mil anos, o mundo acreditou estar nas mãos do Criador. E agora muitos acreditam que você é o agente de Sua vontade. Qualquer que seja a verdade, essa crença lhe dá poder” – Madame de Fer Vivienne

Outra facção bastante conhecida em Dragon Age Inquisition são os Magos. Neste universo os Magos ganham a sua magia graças à sua ligação com o Imaterial, uma dimensão paralela recheada de demônios. Isto é no entanto perigoso, já que um Mago que se aventure demasiadamente no Imaterial pode ser possuído por um demônio e tornar-se uma abominação. Por isso, os Magos de Ferelden foram contidos numa torre – Círculo dos Magos – pelos Templários, mas entretanto fugiram para tentarem reclamar a sua liberdade e independência, o que provocou uma guerra entre Magos e Templários.

Os Templários são soldados, com algumas habilidades mágicas (para combaterem os Magos) e são uma extensão da Chantria. Os Templários têm como propósito vigiar os Magos de forma a que não se tornem abominações ou pratiquem magia de sangue. Com a fuga recente dos Magos, os Templários estão agora em guerra aberta com a facção que prometeram vigiar.

Texto adaptado por Ivan Cardoso a partir de um especial do site GameReactorPT em 24 de novembro de 2014 intitulado O Universo de Dragon Age Inquisition.