Legacy-05-bronto_domestic-p

Os nobres só dão passagem para duas coisas:
Paradigmas e brontos raivosos

– Ditado dos anões

Originalmente, o Tabelionato dos anões criou essa fera desajeitada para transportar carga e ser fonte de comida, algo equivalente aos bois e vacas da superfície. Algumas versões do bronto foram desenvolvidas para serem montarias dos anões, mais valiosas por seu equilíbrio e vigor do que pela velocidade. Embora estejam presentes em grande quantidade em Orzammar, alguns bandos de brontos ainda existem nas Estradas Profundas, tendo voltado ao seu estado selvagem depois da queda dos reinos dos anões. Eles necessitam de pouquíssima alimentação, pois absorvem nutrientes da água, fungos e até mesmo rochas (daí veio o apelido de “lambe-pedra” que muitos anões usam para descrever os brontos) e vivem essencialmente em um estado dormente até serem provocados. Se enfurecido, o bronto é considerado um oponente muito perigoso.

– De Contos de Debaixo da Terra, escrito pelo Irmão Genitivi

Agradecimentos à Akimi Yamaki