dafcom7htdrgqvnkkeh1

Geralmente retratada como estoica e rigorosa, a Ordem dos Templários foi criada para ser o braço armada da Chantria. Contando com a capacidade de dispersar e resistir à magia, além de seu formidável talento em combate, os templários estão especialmente qualificados tanto para lutar contra apóstatas, os magos que recusam a se submeter ao Círculo, quanto para ser a primeira linha de defesa contra os poderes sombrios dos magos de sangue e das abominações.

Embora os magos geralmente se ressintam dos templários por serem símbolo do controle da Chantria sobre a magia, o povo de Thedas os vê como salvadores e guerreiros sagrados, campeões em tudo que é bom, armados com piedade suficiente para proteger o mundo da destruição da magia maligna. Na realidade, o braço armado da Chantria procura guerreiros habilidosos, primeiro, com uma fé inabalável no Criador, e depois, com uma moral impecável. Os templários precisam cumprir o dever com uma distância emocional, e a Ordem dos Templários prefere soldados com fervor religioso e lealdade absoluta em vez de uma virtude exemplar que poderia questionar as ordens quando é chegada a hora de escolhas difíceis.

O poder dos templários deriva de uma substância chamada lírio, um mineral que se acredita ser matéria-prima da criação. Enquanto os magos usam o lírio nos seus feitiços e rituais arcanos, os templários ingerem o mineral primordial para aumentar suas habilidades de resistência e dissipação de magia. O uso de lírio é regulado pela Chantria, mas alguns templários sofrem de dependência, e entre seus efeitos estão incluídas a paranoia, a obsessão e a demência. Os templários submetem-se voluntariamente a este “tratamento” para servir a Ordem e o Criador.

É esta noção de piedade implacável que mais assusta os magos quando eles chamam a atenção dos templários. Quando os templários são enviados para eliminar um possível mago de sangue, não há como persuadi-los, e se estiverem preparados, a magia do mago é absolutamente inútil. Movidos pela fé, os templários são uma das forças mais temidas e respeitadas em Thedas.

– De Padrões Dentro das Formas, por Halden, Primeira Encantadora de Borda d’Abrigo, 8:80 da Era Abençoada.

Os Templários: O Fim De Um Acordo