History_tarot

Fundados na Fortaleza de Weisshaupt em Anderfels, a ordem dos Guardiões Cinzentos oferecia esperança à humanidade no momento mais difícil. Veteranos de décadas de batalhas com as criaturas sombrias se uniram, e os melhores entre eles juraram fazer o que fosse preciso para conter a onda de escuridão que varreu a terra. Esses grandes humanos, elfos e anões juntaram seu conhecimento do inimigo e formaram uma frente unida para dar um fim à destruição do Arquidemônio.

E foi o que fizeram. Baladas ainda hoje são entoadas sobre a primeira investida dos Guardiões Cinzentos nas hordas de criaturas sombrias na cidade de Nordbotten, cada guardião enfrentando 10 ou 20 criaturas sombrias de uma vez. Esquadrões de Guardiões Cinzentos montados em seus poderosos grifos, rasgando os céus enegrecidos e enfrentando o terrível Arquidemônio com lanças e feitiços: oh, que cena deve ter sido!

Por incrível que pareça, os Guardiões Cinzentos venceram a primeira batalha. Ergueram os braços vitoriosos e, subitamente, havia esperança. Os Guardiões Cinzentos lideraram as terras dos homens e os últimos fortes defensores dos salões anões contra as hordas do Arquidemônio Dumat durante os cem anos precedentes, ganhando e perdendo terreno, mas jamais recuando. De toda Thedas eles recrutaram quem possuísse a habilidade e força para erguer o estandarte dos Guardiões Cinzentos, não fazendo distinções entre elfos escravos e nobres humanos e, finalmente, quase dois séculos depois que o primeiro Deus Antigo se ergueu da terra, os Guardiões Cinzentos reuniram os exércitos de homens e anões na Batalha dos Campos Silenciosos. Foi então que Dumat finalmente caiu e a primeira Podridão terminou.

O Império Tevinterano enfrentaria um novo desafio com a vinda da profeta Andraste. Memórias da podridão se distanciaram. Com a derrota de Dumat, as criaturas sombrias não eram mais consideradas uma ameaça. Mas com o conhecimento adquirido em retrospecto, sabemos que essa ideia se provou deveras tola. A tarefa dos Guardiões Cinzentos estava longe de acabar.

– De Lendas da Destruição de Thedas do Irmão Genitivi, acadêmico da Chantria

MagisterLords

A Primeira Podridão: Capítulo Um

A Primeira Podridão: Capítulo Dois

A Primeira Podridão: Capítulo Três